COMISSÃO define EMPRESA que vai implantar USINA DE ENERGIA SOLAR na sede da ASSES

COMISSÃO define EMPRESA que vai implantar USINA DE ENERGIA SOLAR na sede da ASSES

24 de setembro de 2021 0 Por Amorim

Após uma análise rigorosa baseada em critérios técnicos e referências legais a comissão da ASSES definiu nesta semana a empresa que vai atuar na implantação de toda estrutura para instalação de painéis solares com uso de um sistema fotovoltaico e ainda a supervisão gerencial. A empresa vencedora foi a Time Administradora e Gestão de Negócios. O valor da proposta comercial vencedora foi de R$ 95.850,00.

Sendo que, este valor total foi comparado dentro de critérios de viabilidade econômica e executiva com as outras empresas que também enviaram propostas.  Ao todo, foram 5 (cinco) empresas, com este resultado homologado a ASSES recebe um investimento importante para sua atuação no aspecto financeiro e ainda na redução de custos.

Geração de energia é economia para a ASSES

A geração de energia estimada após a instalação dos equipamentos vai poder gerar 4.034 Kwp. Ou seja, vai tornar a edificação em Vitória totalmente autossuficiente em produção de energia. Gerando assim, uma economia nas contas da ASSES de no mínimo de 20% em referência os valores pagos atualmente a concessionária de energia elétrica (EDP).

Outra importante informação é que “a ASSES já formalizou uma consulta sobre crédito através de financiamento ao SICOOB. Esta ação, visa captar recursos financeiros com juros mais baixos do mercado, promovendo assim, vitalidade financeira do projeto” acrescenta o Presidente da ASSES, Cap Amorim.

Para se ter uma ideia desta iniciativa, com a implantação da usina a ASSES vai ser a única das entidades representativas de policiais e bombeiros militares com uso deste equipamento no ES. A cada ano, a economia para a entidade, pode gerar em torno de R$ 40.734,66. Em 05 (cinco) anos o retorno do investimento pode alcançar R$ 239.410,00.

Comissão fez estudo de viabilidade técnica e escolha da empresa

Além do processo de instalação a empresa vai realizar toda vistoria técnica (pré-obra), homologação na concessionária local (no caso, a EDP) e ainda formalização de seguro da obra e gestão dos serviços após a instalação.

Está registrada como CNPJ 28.461.644/0001 no Conselho Regional dos Representantes do Estado de Espírito Santo sob nº 0028347/2017, e com mais de 10 anos de aquisição de conhecimento e experiência atuando nos Estados de Espírito Santo, Minas Gerais e no Distrito Federal.

A comissão é formada por Cap, Vitor Enilson, Ten Heliomar Baiocco, Subtenente Celia Cei, e o Sgt Paulo Rogério Costa.

A fundamentação legal e que a legislação brasileira contempla as garantias a população para produção de energia por Constituição Federal e os procedimentos que permitem a instalação de energia fotovoltaica por meio da RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 657, DE 14 DE ABRIL DE 2015 que altera e regulamenta sobre os Procedimentos de Regulação Tarifária – PRORET, que trata da Estrutura Tarifária das Concessionárias de Distribuição, bases jurídicas da nossa empresa.

Veja nesta planilha os dados relativos à geração e a real economia na instalação da usina.

Abaixo a lista de empresas que apresentaram as propostas técnicas e orçamentares para instalação e gestão do sistema de energia solar. Todavia, a vencedora da proposta foi a empresa que apresentou o melhor projeto e valor mais atraente para investimento deste mais novo projeto da ASSES.

Empresas participantes:

– Empresa OM Energia Solar

– Empresa A e G Solar

– Empresa Solvix

– Empresa Power Vix

– Empresa Realtec

– Pratic Engenharia

 Vencedora: Time Administradora e Gestão de Negócios

Clube da ASSES entra no estudo para implantação de uma nova usina 

Após a finalização do processo de acabamento dos novos apartamentos em Bicanga (Serra) que atualmente é o maior centro recreativo do ES vai acontecer a implantação de um estudo de viabilidade técnica. Este estudo é necessário até mesmo para saber da capacidade de consumo de energia de cada ambiente. Atualmente, ainda acontece obras no local o que impossibilita um levantamento detalhado de consumo de energia elétrica (como ainda não há instalação em plena atividade não a como mensurar dados técnicos que permitem apontar indicadores para levamento de propostas e sua viabilização)

Diretoria recebendo as diretrizes da Comissão da Escolha da Empresa Vencedora.
Diretoria reunida em 22/09/2021.
Visits: 429